segunda-feira, 17 junho, 2024
spot_img
InícioRegiãoCavalgada e moda de viola agitaram o fim de semana de aniversário...

Cavalgada e moda de viola agitaram o fim de semana de aniversário de Campo Limpo Paulista

Cavalgada é uma manifestação cultural em forma de passeio, realizada por grupos de cavaleiros que incluem desde crianças até idosos

Raio, Dama, General e Fantasia são alguns dos mais de 650 cavalos que estiveram no domingo (26) participando da 5ª Cavalgada dos Amigos em comemoração aos 58 anos de Campo Limpo Paulista. O evento ocorreu na Área Fernando Moutran, na Avenida Alfried Krupp. O percurso da cavalgada teve início no Parque Internacional e passou pela Igreja São Francisco, Estrada da Bragantina e retornando à concentração.
Segundo o organizador do evento, Wilson Aparecido Antônio, estima-se que aproximadamente 430 cavalheiros tenham participado do encontro e 230 charreteiros também marcaram presença. Além da cavalgada, outras atrações animaram o evento, como praça de alimentação com comida típica – costela no chão – fazendinha, carro de boi e apresentação de cavalos adestrados. E quem assumiu o palco ao som sertanejo foram: Mistura Sertaneja, Renato Mesquita e Osvaldo Oliveira, Giovanna Viola e Di Neto e Milton Gaita com locução de Fabinho Cowboy, Vilmar dos Santos e Dj Cebola.
Cavalgada é uma manifestação cultural em forma de passeio, realizada por grupos de cavaleiros que incluem desde crianças até idosos. E na gestão atual, além de incentivar essa cultura, preza acima de tudo pela saúde e cuidados dos animais.
Para o veterinário responsável pelo evento, Alex Willian Antônio, muitas pessoas podem pensar que expor os cavalos às intempéries do tempo, como sol e chuva, pode ser prejudicial à saúde dos animais. Porém, ao contrário do que se pensa, esses períodos ao ar livre são benéficos para a saúde dos cavalos. “Respeitar a natureza de cada um é fundamental e animais de grande porte, como os cavalos, têm uma resistência maior do que animais menores. Com todos os cuidados que temos com os animais participantes e os que exigimos para a entrada no evento, podemos afirmar que são animais bem cuidados e respeitados por seus proprietários e tratadores e que a cultura caipira, podem continuar”, finaliza o veterinário

Anselmo Brombal
Anselmo Brombalhttps://jornaldacidade.digital
Anselmo Brombal é jornalista do Jornal da Cidade
RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- publididade -spot_img

POPULARES