terça-feira, 16 abril, 2024
spot_img
InícioSaúdeProblemas na coluna atingem um em cada cinco adultos; há prevenção

Problemas na coluna atingem um em cada cinco adultos; há prevenção

A prática de atividades físicas é benéfica para o fortalecimento muscular, que ameniza as cargas do dia a dia

Seja no trânsito, em casa ou no trabalho, a má postura é uma questão dolorosa cada vez mais presente na vida de adultos no Brasil. Segundo o último levantamento feito pela Pesquisa Nacional de Saúde, aproximadamente 21,6% dos adultos (34,3 milhões de pessoas) afirmaram sofrer de problemas crônicos de coluna — em 2013, o índice era de 18,5%. A tendência preocupa especialistas, que consideram o sendentarismo a maior causa de doenças vertebrais.
Como explica o professor Rimon Tannous Elias, os incômodos na coluna são divididos entre as dores nas costas (na região lombar e dorsal) e no pescoço (região cervical). “As doenças desenvolvidas nessas áreas ocorrem, geralmente, quando há exageros ao carregar pesos ou no tempo que se gasta em uma mesma posição ou tarefa”, afirma o fisioterapeuta.
As articulações do corpo, inclusive as dos arcos vertebrais, são protegidas por musculatura. A prática de atividades físicas é benéfica para o fortalecimento muscular, que ameniza as cargas do dia a dia (ao segurar bolsas, sacolas, mochilas, por exemplo) e previne problemas na coluna — alguns deles, em estágios avançados, necessitam de tratamentos complexos ou não possuem cura.
As hérnias de disco, uma das principais causas de afastamento do trabalho e de pedidos de aposentadoria, podem não apresentar sintomas ou provocar dores pontuais de intensidade leve nas primeiras fases. Caso os sinais não sejam investigados por um profissional de saúde, o quadro pode evoluir para uma compressão dos nervos exercida por parte do discos extravasados, quadro que só pode ser corrigido por meio cirúrgico.
O docente destaca os principais pontos de atenção para prevenir o problema:
Fortalecimento. Praticar atividades físicas com periodicidade mínima três vezes por semana irá fortalecer a musculatura abdominal e paravertebral. Exercícios de alongamento são também são importantes para a movimentação e para prevenção de lesões na região das costas e dos membros inferiores.
Postura. Pessoas que passam boa parte do tempo sentadas precisam ter atenção à postura e manter os pés completamente apoiados no chão, com os joelhos em ângulo de 90º e monitores na altura dos olhos. É indicado evitar cruzar as pernas, para que haja distribuição uniforme do peso.
Movimentação. Não é saudável ficar em uma mesma posição por muito tempo. A recomendação de fisioterapeutas é para alternar 45 minutos sentados e 15 minutos em pé para aliviar a tensão muscular.
Pesos. Carregar pesos pode ser uma armadilha quando não há cuidado. Para pegar objetos do chão, o correto é dobrar os joelhos para se agachar. Ao segurar sacolas, não é indicado sobrecarregar uma única mão e mochilas e bolsas devem corresponder, no máximo, 5% do peso corporal.
Sono. A posição inadequada ao dormir pode provocar dores nas costas e no pescoço. O ideal é dormir de lado, com a cabeça apoiada na linha da coluna e, se possível, com uma almofada entre os joelhos. As pessoas que gostam de ficar com barriga para cima, devem escolher travesseiros baixos. Deitar-se de bruços pode prejudicar a lombar.

Anselmo Brombal
Anselmo Brombalhttps://jornaldacidade.digital
Anselmo Brombal é jornalista do Jornal da Cidade
RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- publididade -spot_img

POPULARES