sábado, 13 julho, 2024
spot_img
InícioJundiaíAção voluntária eleva autoestima de pacientes internados no HSV

Ação voluntária eleva autoestima de pacientes internados no HSV

Cabeleireiros, irmãos dedicam tempo e carinho no cuidado aos pacientes

Uma das partes mais importantes do tratamento médico, além dos cuidados físicos, é a atenção direcionada para o bem-estar emocional. Internados, os pacientes hospitalizados ficam privados do acesso aos serviços mais básicos de atenção pessoal, como salões de beleza ou barbearias, por exemplo. Há mais de seis anos, os irmãos Antônio Reinaldo de Lima e Leonardo Aparecido de Lima realizam trabalho voluntário, cortando o cabelo dos pacientes internados no Hospital de Caridade São Vicente de Paulo (HSV).
Buscando expandir a atuação dos voluntários, promover a humanização de maneira integrada e beneficiar o maior número de pacientes possível, a partir deste mês, a ação que antes era pontual, passa a acontecer todas as segundas-feiras. “Essa é uma iniciativa fundamental para os pacientes, tanto no âmbito da higienização, quanto para autoestima e para o bem-estar corporal dos mesmos. Alguns dos nossos usuários permanecem hospitalizados por 30 dias ou mais, o que dificulta esse processo de cuidado. É muito importante para o hospital poder contar com os voluntários, com o tempo e o amor deles. Só temos motivos para agradecer”, compartilha a supervisora de projetos sociais do HSV, Viviane Rasera.
O Bruno Antunes da Silva, de 40 anos, precisou de atendimento médico após ter um Acidente Vascular Cerebral (AVC). O pai, Reinaldo Ramos da Silva, compartilha sua felicidade em ver o filho com o novo visual. “Após 33 dias de internação, é normal que a barba dele já tivesse crescido e o cabelo também. Ele estava incomodado com isso, já tinha me sinalizado. Esse trabalho é maravilhoso, até o olhar dele está diferente. Nós sempre cortamos juntos, mas dessa vez eu é que continuo cabeludo”, brinca Reinaldo.
“É uma satisfação enorme poder contribuir desta forma. Faz bem para nós e para eles. São pacientes que já estão fragilizados pela doença, muitas vezes acamados e debilitados. O corte de cabelo muda até o semblante da pessoa. O sorriso é meu pagamento e vale muito mais do que qualquer valor em dinheiro”, garante Antônio.
A ação irá contemplar todas as enfermarias e tem seu fluxo definido pelo Time de Humanização da instituição.

Anselmo Brombal
Anselmo Brombalhttps://jornaldacidade.digital
Anselmo Brombal é jornalista do Jornal da Cidade
RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- publididade -spot_img

POPULARES