terça-feira, 16 abril, 2024
spot_img
InícioOpiniãoAo Governador Tarcísio de Freitas

Ao Governador Tarcísio de Freitas

Senhor Governador,
Acredito que já seja de seu conhecimento o bordel barulhento que se tornou todo o estado. Então cabe ao senhor dar um jeito nisso. Não precisa muito esforço, nem leis especiais. Basta pedir à Polícia Militar um pouco de empenho em suas fiscalizações. E pedir aos prefeitos que coloquem ordem em suas cidades.
Muitos irão lhe dizer que a Polícia Militar faz fiscalizações regulares. E faz mesmo. Mas precisa mudar o foco. Não adianta fazer uma blitz e só parar carros de idosos, que não oferecem risco algum. Não adianta fiscalizar carros com evangélicos voltando dos cultos nos sábados e domingos à noite. Eles também não oferecem risco. Mas constam nas estatísticas. Aquelas divulgadas pelos jornais, afirmando que “blitz da PM fiscalizou 150 veículos”.
Então precisa mudar. Manda a PM fiscalizar motocicletas com escapamento aberto. Simples. Multa e apreensão até que a motocicleta fique nos conformes. Não precisa de lei. Ela já existe – não pode alterar as características originais. Está no Código de Trânsito. Peça para a PM recolher esses carros que circulam com som infernal, além de escapamentos alterados para fazer mais barulho. Manda a PM deixar os casais de idosos e evangélicos em paz. Não adianta fazer estatística.
Peça para os prefeitos serem mais rigorosos com bares que tocam música em alto volume até tarde da noite. Ou até de madrugada. Explica pra esses prefeitos cabeças duras que não adianta fazer média com o dono do bar infrator. É só um voto. A vizinhança que não dorme por causa do barulho sempre é mais que uma dezena de votos. Em alguns casos, mais que uma centena.
Determine mais rigor nas vistorias, hoje feitas por empresas terceirizada pelo Detran. Tem até escritório anunciando que regulariza carro rebaixado e escapamento aberto. Isso é uma afronta para quem anda de maneira correta. O Detran, por sinal, precisa de um bom puxão de orelhas.
O senhor sabia que os guincheiros e donos de pátio terceirizados pelo Detran formaram verdadeira máfia? Só como exemplo: se houver uma blitz da PM, e nela forem apreendidas 10 motos, todas serão levadas ao pátio por um guincho somente. Mas a taxa do guincho, que não é barata, será cobrada integralmente de cada dono de veículo apreendido. E não dividida por dez. Isso é roubo, e o Detran faz de conta que não vê.
Governador, pra tudo isso estar acontecendo em larga escala, só há uma explicação. Conivência. Todo mundo fazendo o que bem entende porque ninguém fiscaliza. Ninguém pune. Lembre-se que Nova Iorque só mudou quando se implantou a Tolerância Zero. Punição a pequenos delitos, que são o caminho para os maiores, para a impunidade.
Aproveita, governador, e transforma nosso estado num exemplo de ordem e disciplina. Nada demais, nada de forma draconiana. Basta cumprir as leis existentes. O senhor tem autoridade para isso. Do jeito que a coisa anda, logo teremos problemas maiores. Tipo cidadãos atirando em motos barulhentas. Ou atropelando propositalmente motoqueiros barulhentos. Deixa as estatísticas de lado. A melhor estatística será o número de apreensões de carros e motos irregulares. Aí sim vamos aplaudi-lo.

Anselmo Brombal
Anselmo Brombalhttps://jornaldacidade.digital
Anselmo Brombal é jornalista do Jornal da Cidade
RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- publididade -spot_img

POPULARES