domingo, 21 abril, 2024
spot_img
InícioJundiaí19 de maio – Dia Mundial da Doadora de Leite

19 de maio – Dia Mundial da Doadora de Leite

O Dia Mundial da Doadora de Leite é celebrado em 19 de maio, com o objetivo de reconhecer e agradecer às mulheres que escolhem doar seu leite materno para ajudar bebês prematuros e com problemas de saúde a receberem os benefícios vitais do leite materno. É uma ocasião importante para destacar a importância da doação de leite materno e homenagear essas doadoras incríveis, que fazem a diferença na vida de tantas crianças em todo o mundo.
A doação de leite materno é uma prática valiosa que proporciona muitos benefícios para bebês que não podem ser amamentados diretamente por suas mães. O leite materno é um alimento completo, rico em nutrientes e anticorpos que ajudam a fortalecer o sistema imunológico dos bebês, protegendo-os contra doenças e infecções. Para bebês prematuros, o leite materno é ainda mais vital, pois contribui para seu desenvolvimento adequado e reduz o risco de complicações de saúde.
Raquel Loboda Biondi, doadora de leite, explica que a doação de leite tem relação com o amor. “Doar leite, para mim, foi mais um ato de amor que a maternidade me trouxe. Só de imaginar que posso estar ajudando alguma mãe e seu bebê, fico emocionada. Espero contribuir de alguma forma e estender a mão para nós mulheres”, explica a jornalista, mãe da Dora de 6 meses .
As doadoras de leite materno desempenham um papel fundamental na vida desses bebês frágeis. “Elas dedicam seu tempo, energia e amor para fornecer esse precioso recurso, passando por um processo cuidadoso de coleta, armazenamento e entrega do leite. Essas mulheres generosas não apenas compartilham seu leite, mas também oferecem conforto e esperança às famílias que enfrentam momentos difíceis”, explica Marcela Bionti, coordenadora do Banco de Leite.
As doadoras devem ser devidamente avaliadas para garantir que estejam em boas condições de saúde e livres de doenças transmissíveis pelo leite materno. O Banco de Leite Humano (BLH) de Jundiaí desempenha um papel crucial na coleta, pasteurização e distribuição segura desse leite para bebês necessitados.
Neste Dia Mundial da Doadora de Leite, o BLH, o Hospital Universitário e a Faculdade de Medicina de Jundiaí expressam gratidão e admiração a todas as mulheres que escolhem compartilhar o dom da amamentação através da doação de leite materno. “O espírito altruísta e a empatia destas doadoras são uma inspiração para todos nós”, explica Renata Gentil, gerente assistencial e de qualidade do hospital.
O estoque de Banco de Leite está 30% abaixo do ideal. Com a chegada do outono, a quantidade de doações tem diminuído, e atualmente o estoque está 30% abaixo do necessário para atender aos 50 bebês que estão nas UTIs dos hospitais: Pitangueiras, Paulo Sacramento e Universitário. Para atender à necessidade atual, são necessários 110 litros de leite materno por mês. A maioria das mulheres que amamentam tem leite em excesso e pode se tornar uma possível doadora, desde que esteja saudável e não faça uso de nenhum medicamento que possa afetar a qualidade do leite. Para se tornar uma doadora, basta entrar em contato com o Banco de Leite e passar por uma breve entrevista. Se estiver apta, a equipe do BHL irá até a residência da doadora para ensinar como fazer a ordenha e coletar o leite. O telefone do Banco de Leite é 08000-178155.

Anselmo Brombal
Anselmo Brombalhttps://jornaldacidade.digital
Anselmo Brombal é jornalista do Jornal da Cidade
RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- publididade -spot_img

POPULARES