terça-feira, 16 abril, 2024
spot_img
InícioRegiãoCCPI promove oficinas para melhorar qualidade de vida dos idosos

CCPI promove oficinas para melhorar qualidade de vida dos idosos

Ações do Centro de Convivência promovem a integração dos participantes através de oficinas que proporcionam uma melhor qualidade de vida

Com o objetivo de desenvolver atividades para integração e fortalecimento de laços, o CCPI (Centro de Convivência da Pessoa Idosa Lydia Mojola Gut) da Prefeitura de Várzea Paulista, oferece diversas oficinas para melhorar a qualidade de vida dos munícipes da melhor idade.
O sansei Wellington Rodrigues (Keko) dá aula todas as segundas e terças-feiras de mobilidade física e consciência corporal baseado nos movimentos do Jiu Jitsu para os idosos. “Ter o feedback deles de que as dores passaram, o carinho que eles criam com a gente é o que faz o projeto valer a pena. É importante eles se manterem ativos, pois a atividade física vai muito além do corpo, é qualidade de vida”.

Centro de Convivência da Pessoa Idosa
O projeto tem 77 idosos participantes e conta com as oficinas de coral, dança, artesanato e Jiu Jitsu. Além disso, os idosos trocam experiências através de uma roda de conversa e fortalecem os vínculos de amizade que criam ali. Um ônibus do CCPI passa em pontos específicos de diversas regiões da cidade para levar os participantes até o espaço.
Dona Edi, de 74 anos, declarou como o projeto impactou sua vida: “Tem um mês que estou fazendo as aulas e até meus filhos perceberam o quanto estou melhor. Estou muito mais disposta, mais feliz, não fico mais deitada no sofá, tenho vontade de fazer várias coisas, estou muito contente”.
Segundo a coordenadora do CCPI, Maria Morassutti, o projeto visa contribuir para um processo de envelhecimento ativo, saudável, autônomo e fortalecendo os laços com a família. “O espaço faz um resgate de autoestima, eles voltam a ter uma percepção de quem são e melhoram a qualidade das suas relações. Temos algumas oficinas onde vamos trazer a família para participar, visando estimular o protagonismo familiar e social desses idosos.”
O Centro de Convivência da Pessoa Idosa é voltado para pessoas a partir de 60 anos. As vagas para as oficinas são limitadas e os interessados em participar devem fazer a inscrição no CRAS mais próximo da sua residência. É necessário apresentar RG, CPF e comprovante de endereço original.

Anselmo Brombal
Anselmo Brombalhttps://jornaldacidade.digital
Anselmo Brombal é jornalista do Jornal da Cidade
RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- publididade -spot_img

POPULARES