segunda-feira, 24 junho, 2024
spot_img
InícioJundiaíCom identificação de morcego positivo, Visam orienta veterinários da Ponte

Com identificação de morcego positivo, Visam orienta veterinários da Ponte

A Vigilância em Saúde Ambiental – órgão da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde – realiza ação junto às clínicas veterinárias da região da Ponte São João, reforçando os procedimentos para a prevenção da raiva. O órgão identificou no bairro o décimo segundo caso da cidade de morcego positivo para a doença.
Além de frisar a importância de os profissionais sensibilizarem os tutores de cães e gatos sobre a vacina antirrábica, que deve ser aplicada anualmente nos pets, houve orientação sobre a vacina antirrábica humana, sobre o Programa Municipal de Vigilância da Raiva e sobre o fluxo de atendimento para os serviços ofertados pelo órgão.
“É um trabalho educativo, porque esses profissionais estão na linha de frente, recebendo os cães e gatos. Ter eles como parceiros é fundamental para a prevenção tanto da raiva, como de outras zoonoses como a esporotricose felina, a leptospirose e leishmaniose, sobre as quais também demos orientações. É uma oportunidade para reforçarmos os conhecimentos, esclarecermos dúvidas e enfatizarmos o nosso fluxo de atendimento”, ressalta o médico veterinário da Visam, Felipe Pedrosa.
Responsável por uma das clínicas visitadas, a veterinária Flávia Saltori de Oliveira aprovou a ação. “É extremamente importante esse trabalho e vamos atuar reforçando ainda mais a importância da vacina”, observou.
O morcego encontrado na Ponte São João é da espécie Artibeus lituratus – frugívoro muito comum na cidade. Todas as medidas preconizadas foram tomadas pela Visam, como a orientação aos responsáveis pelo imóvel em que o animal foi encontrado e a busca de sinais de colônias nas proximidades.
A Visam alerta que, no caso de identificação de um morcego em situações não usuais, como no interior de residências, nos quintais, voando durante o dia, ou caídos no chão, a pessoa deve contatar imediatamente o órgão pelos telefones (11) 4589-6340 e (11) 4589-6350 para recolhimento do morcego.
Caso seja possível, a orientação é isolar o cômodo em que o animal foi encontrado e/ou imobilizá-lo, colocando sobre ele um anteparo como um balde, pote de sorvete, um pano ou uma caixa. Ninguém deve manusear os morcegos sem proteção – mesmo os encontrados mortos.
A Visam também reitera que disponibiliza gratuitamente a vacina antirrábica, que os cães e gatos devem receber anualmente. A aplicação ocorre na rua dos Bandeirantes 375 Vila Municipal, a partir de agendamento telefônico. Em 2022, Jundiaí registrou três casos de morcegos positivos para raiva.

Anselmo Brombal
Anselmo Brombalhttps://jornaldacidade.digital
Anselmo Brombal é jornalista do Jornal da Cidade
RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- publididade -spot_img

POPULARES