sexta-feira, 19 abril, 2024
spot_img
InícioRegiãoLouveira segue com avanços em saneamento básico

Louveira segue com avanços em saneamento básico

As obras vão gerar benefícios como redução de perdas na distribuição de água, novas redes coletoras de esgoto e avanços no controle de distribuição de água

Para gerar avanços em saneamento básico em Louveira, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Água e Esgoto, segue com obras por toda a cidade. As obras vão gerar benefícios como redução de perdas na distribuição de água, novas redes coletoras de esgoto e avanços no controle de distribuição de água.
Em janeiro, a Prefeitura iniciou as obras de rede coletora de esgoto para atender o Residencial Primavera e as regiões próximas. Ao todo, serão implantadas 8,2 km de rede em tubo PVC ocre. Cerca de 1.150 habitantes serão beneficiados com a obra. Até o momento, foram implantados 3,5 Km de tubulação.
A obra de setorização do Sistema de Abastecimento de Água no Reservatório Bandeirantes está em fase final. A setorização divide a distribuição de água em setores menores, facilitando o gerenciamento e o controle operacional do sistema de distribuição de água potável. Isso permite um controle maior da pressão da água e, consequentemente, reduz a quantidade de rompimentos de tubulações e vazamentos.
Nos últimos meses, foram realizadas obras de extensões de rede de água e rede coletora de esgotos nas regiões do Jardim Vera Cruz, Pau a Pique e Estiva, totalizando aproximadamente 4,6 km de tubulações. O trabalho atinge as metas estabelecidas na Lei Federal nº 14.026 de 2020, que atualiza o marco regulatório do Saneamento Básico e prevê a universalização do acesso da população aos serviços básicos de água e esgoto.
O Plano Municipal de Saneamento Básico está sendo revisado, foram entregues três etapas do trabalho: Plano de Trabalho, Plano de Mobilidade e Diagnóstico. Está atualmente na etapa do Prognóstico e Ações, no qual está sendo revisado pelos técnicos para aprovação. O Plano de Saneamento tem a função de estabelecer as diretrizes nacionais para o saneamento básico. É de fundamental importância organizar sua implementação, de modo a dar executoriedade para suas metas, atingir os objetivos propostos e garantir a eficiência das ações.
“Além desses avanços no atendimento pelas redes públicas, conseguimos reduzir o índice de perdas na rede de fornecimento de água dos 39% para os atuais 31%, e continua em queda constante com as obras em andamento”, complementa o secretário de Água e Esgoto, Mateus Bento Batista Arantes.

Anselmo Brombal
Anselmo Brombalhttps://jornaldacidade.digital
Anselmo Brombal é jornalista do Jornal da Cidade
RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- publididade -spot_img

POPULARES