domingo, 26 maio, 2024
spot_img
InícioOpiniãoMinistério das Doenças

Ministério das Doenças

Anselmo Brombal – Jornalista saudável

Já que o chefe da quadrilha gosta de criar ministérios, é nossa obrigação dar alguma dica para que isso aconteça. Sugiro a criação do Ministério das Doenças. Nem precisamos de justificativas. A nossa história diz tudo. Ministério da Saúde não condiz com a realidade. Melhor seria Ministério dos Planos de Saúde, aqueles que deitam e rolam no conveniado, aumentam mensalidades e negam atendimento quando necessário.
Já passamos por surtos de febre amarela. Já convivemos com a malária em muitas regiões. No início do século passado (1900) inauguramos nossa era da peste bubônica. Já precisamos combater o barbeiro, bichinho que causa da Doença de Chagas. Nem vamos citar a Covid – essa foi pro mundo inteiro.
Nos anos 1970, precisamos vacinar às pressas a criançada – a poliomelite (paralisia infantil) estava grassando em todo o País. Ainda temos tuberculosos e hansenianos. De anos para cá estamos vacinando boa parte do povo contra a Influenza (gripe), como se a outra parte desse povo fosse imune à doença. Convivemos com os casos de raiva (coitadinhos dos morcegos). E a dengue, impiedosa.
Agora, 18 anos depois, ressurge a cólera. O primeiro caso já está registrado. É oficial, não é suspeita. E lembramos do vibrião colérico, assunto do dia nos anos 1980. E tudo isso tem uma explicação lógica, comprovada.
Vamos lá. A maioria se alimenta mal, muito mal. Não por opção. Por necessidade. Alimentos custam muito e nem todos podem comprar. A maioria é mal orientada sobre hábitos de alimentação. Organismos fracos são mais propensos às doenças.
Saneamento básico, como água e esgoto, está ausentem em boa parte do País. Situação favorável para muitas doenças. Aterramos lagos e lagoas, afugentando ou eliminando os sapos, principal predador dos insetos, dentre eles o mosquito maldito do Aedes. Moramos mal, em palafitas e casebres de pau-a-pique, favorecendo a criação de insetos nocivos. Respiramos mal, porque há carros e fábricas poluindo demais.
E ainda temos um ministério. O da Saúde. Onde está a saúde? O próprio ministério afirma que as doenças mais comuns no Brasil são o Diabetes, o Alzheimer, a Hipertensão, a Asma, a Aids, o Câncer e a Depressão. É uma coisa tão preocupante que o (des)governo paga medicamentos para esses tipos de doença nas chamadas farmácias populares. Farmácia ou Farmáfia?
Nem os esquimós, que vivem no gelo; nem os russos, que têm a Sibéria gelada – nem eles têm tantos problemas como nós temos. Desabafo: não suporto mais publicar foto de pessoas sendo vacinadas. Já deu nas tampas.
Ministério da Saúde? Conta outra.

Anselmo Brombal
Anselmo Brombalhttps://jornaldacidade.digital
Anselmo Brombal é jornalista do Jornal da Cidade
RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- publididade -spot_img

POPULARES