segunda-feira, 24 junho, 2024
spot_img
InícioJundiaíJundiaí inicia segunda-feira campanha contra paralisia infantil

Jundiaí inicia segunda-feira campanha contra paralisia infantil

A Prefeitura de Jundiaí realiza a partir de segunda-feira (27) a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite. A ação visa atualizar as carteirinhas das crianças menores de 5 anos, além de aplicar uma dose adicional da vacina Pólio oral (gotinha) na população de 1 a 4 anos de idade. Em todas as unidades básicas de Saúde (UBSs), Novas UBSs e Clínicas da Família serão verificados os documentos e disponibilizado o imunizante, no horário de atendimento das salas de vacinação de cada equipamento.
A Poliomielite, também chamada de Pólio, é uma doença grave que acomete os membros inferiores, paralisando-os de forma assimétrica e irreversível. No Brasil, o último caso ocorreu em 1989 e, em 1994, o País recebeu a certificação de área livre de circulação do poliovírus selvagem. Contudo, em 2023, o País foi classificado como de alto risco para a reintrodução do poliovírus, devido à queda sucessiva na cobertura vacinal a partir de 2015.
“Somos a Cidade das Crianças e seguimos empenhados, unindo esforços para zelarmos por nossas crianças e adolescentes. Reiteramos a importância da adesão a mais uma importante campanha contra Pólio. Não podemos assistir à reintrodução dessa doença, que pode prejudicar o desenvolvimento de uma vida. Esperamos contar com toda a população”, convoca o prefeito Luiz Fernando Machado.
Balanço da Vigilância Epidemiológica, órgão da Unidade de Gestão de Promoção da Saúde, aponta que no município, até abril, a cobertura vacinal estava em 74,98%. Em 2023, ficou em 86,18%. Já em 2022 e 2021, fechou em 80,53% e 76,32%, respectivamente. A meta preconizada é de 95%.
“É fundamental que os pais e/ou responsáveis busquem pelos equipamentos de saúde. Todas as crianças menores de um ano precisam estar com o esquema primário completo, ou seja, ter tomado três doses da vacina inativada poliomielite — VIP. Vamos verificar as carteirinhas e faremos a aplicação, conforme a necessidade. Já a dose adicional, a gotinha, é para todas as crianças de 1 a 4 anos, desde que tenham recebido o esquema primário. Com o esforço de todos, é possível mudar o cenário e atingir a meta”, acrescenta a coordenadora da VE, enfermeira Maria do Carmo Possidente.
A campanha se entenderá até o dia 14 de junho, sendo o dia 8 de junho o dia “D” de mobilização nacional.

Anselmo Brombal
Anselmo Brombalhttps://jornaldacidade.digital
Anselmo Brombal é jornalista do Jornal da Cidade
RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- publididade -spot_img

POPULARES