segunda-feira, 17 junho, 2024
spot_img
InícioJundiaíMundo das Crianças recebe esculturas interativas do Zoo Play

Mundo das Crianças recebe esculturas interativas do Zoo Play

São seis esculturas gigantes esculpidas por artistas que utilizaram um ou mais tipos de materiais reciclados, sempre com a proposta de um jogo ou brincadeira

Em cartaz no Mundo das Crianças desde dezembro, a exposição de animais gigantes Zoo Urbano entra numa nova etapa a partir desta semana. Chamada de Zoo Play, as seis novas esculturas são interativas e mais um convite às crianças aprenderem brincando a importância da preservação do meio ambiente.
São seis esculturas gigantes esculpidas por artistas que utilizaram um ou mais tipos de materiais reciclados, sempre com a proposta de um jogo ou brincadeira. Assim como as demais esculturas, as novas peças também trazem, desde o seu processo criativo, a preocupação em utilizar a arte para reflexão quanto à poluição e a ação irregular do homem com o descarte irregular de lixo na natureza.
“Nossa intenção é transformar o Zoo Urbano num universo multimídia para além da exposição de esculturas, com grandes textos e abstrações, através da reciclagem e da ressignificação do resíduo e descarte urbano, queremos compreender o papel da arte nas mais diversas dimensões da vida. Arte para e pela vida”, afirma Roberto Parisi, curador da empresa Mosaiky, autora da exposição.
Para Walter da Costa e Silva Filho, diretor presidente da Dae Jundiaí, responsável pela administração do Mundo das Crianças, o Zoo Urbano vem ao encontro da proposta do parque, construído a partir de premissas adotadas pelo município, que acaba de ser instituído como a sede brasileira da Rede Cidade das Crianças. “Essa exposição, que transforma em arte materiais que seriam descartados na natureza, combina bem com a proposta do Mundo, que é a de promover o brincar livre. Aqui, neste imenso espaço de proteção da natureza, incentivamos a criança a usar a imaginação, a aprender brincando”.
Para a chegada das novas obras, foram retiradas do Mundo as seguintes peças: Teiú, Arara, Macaco, Peixe e Pássaro. Confira abaixo as novas peças que passam a integrar a exposição, prorrogada no parque até o final de junho:
Aranha Geodésica – Feita com 40 quilos de tecido na base de uma geodésica recuperada e pintada em preto fosco. Dentro da estrutura, cordas feitas com retalhos de lycra criam uma “cama de gato” gigante.
Cobra Hermética – Tambores de óleo enfileirados transformados em uma sonora cobra gigante. Os tambores têm rotatividade horizontal, contendo, em seu interior, algum tipo de sucata como pregos, areia, tampinhas, transformando a cobra num gigantesco instrumento de percussão.
Polvo de Pneus – Pneus de caminhões coletados de recicladoras, pintados e posicionados no chão onde as crianças podem passar por dentro deles, como um túnel.
Joaninha da Velha – Uma caixa d´água recuperada tornou-se uma imensa joaninha para abrigar o tradicional Jogo da Velha. As pintas da joaninha são feitas por latas de tinta, representando as “X” e “0”.
Quimera – Inspirada no monstro mitológico com cabeça de leão, corpo de cabra e cauda de serpente, esta quimera é formada por três cubos gigantes, empilhados em um eixo rotacional com a figura de quatro animais feitos de sucata. A diversão é misturar partes dos corpos do gato, cachorro, coelho e porquinho da índia e ver como fica o novo bicho.
Batalha Narval (sim, com “r” mesmo) – É a única peça que falta ser instalada, mas deve chegar ao Mundo nos próximos dias. Uma baleia feita de sucata, inspirada na espécie narval, traz a proposta do jogo Batalha Naval. Cada lado tem peixinhos e a missão é descobrir onde as peças estão escondidas.

Anselmo Brombal
Anselmo Brombalhttps://jornaldacidade.digital
Anselmo Brombal é jornalista do Jornal da Cidade
RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- publididade -spot_img

POPULARES