segunda-feira, 24 junho, 2024
spot_img
InícioRegiãoVárzea Paulista se torna referência regional ao zerar fila de CadÚnico

Várzea Paulista se torna referência regional ao zerar fila de CadÚnico

No evento da Diretoria Regional de Assistência e Desenvolvimento Social, as cidades relataram ações que realizaram para que conseguissem zerar as filas

O serviço de Cadastro Único de Várzea Paulista se tornou referência para dezenas de outras cidades, após zerar as filas do CadÚnico. Na manhã da última terça-feira (25), a gestora executiva municipal de Desenvolvimento Social, Mônica Pazoto, e a coordenadora municipal do CadÚnico, Daniele Simoni, participaram de um evento em Itatiba, organizado pela Drads (Diretoria Regional de Assistência e Desenvolvimento Social).
As 48 cidades que estavam presentes contaram suas experiências e as 24 que cumpriram as metas em relação ao CadÚnico em 2022 relataram as ações realizadas para atingirem o objetivo.
Durante o evento, a coordenadora apresentou as estratégias e ações que Várzea Paulista, que foi parabenizada. “Nossa equipe se empenhou muito. Dessa forma, conseguiu zerar a fila de espera do Cadastro Único e, desde então, os cidadãos de Várzea Paulista são atendidos prontamente ao chegarem ao local”, comentou Simoni.
A diretora da Drads Regional Campinas, Janete da Silva Lopes, usou Várzea Paulista como exemplo em seu discurso. “Não temos um formato a ser seguido, mas Várzea Paulista mostra uma possibilidade, pois serve como um exemplo do que pode ser feito. A equipe se sentou, juntou-se e fez acontecer, dando um passo de cada vez, e conseguiu chegar ao objetivo de zerar a fila”, disse.

Atendimento CadÚnico
A Central do Cadastro Único atende de segunda a sexta-feira, das 8h00 às 16h30, na Rua Eduardo de Castro 655 — Vila São José. Para receber atendimento, é necessário comparecer com os seguintes documentos de todos membros da família maiores de 18 anos:
RG (obrigatório para membros da família a partir dos sete anos);
CPF (obrigatório para membros da família a partir dos sete anos);
Título de eleitor;
Certidão de nascimento ou casamento, ou termo de averbação;
Carteira de trabalho (mesmo que esteja sem registro);
Último holerite ou comprovante de aposentadoria (caso trabalhe registrado ou aposentado);
Comprovante de residência atual (conta de luz, água, extrato de banco, conta de celular, antena digital, etc.).

Anselmo Brombal
Anselmo Brombalhttps://jornaldacidade.digital
Anselmo Brombal é jornalista do Jornal da Cidade
RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- publididade -spot_img

POPULARES